Crítica | Com John David Washington e Zendaya, "Malcolm & Marie" é a primeira grande decepção do ano
×
Maurício Junio
06.02.2021
13:39
Crítica | Com John David Washington e Zendaya, “Malcolm & Marie” é a primeira grande decepção do ano
Malcolm & Marie é visualmente lindo, com alguns bons momentos e ganha reforço com o trabalho primoroso de Zendaya mas não vai além disso.

O cinema é como um relacionamento. Você pode olhar para a pessoa que ama e dizer, cinquenta vezes por dia, que você sente isso, mas se não demonstrar de alguma forma, este relacionamento jamais funcionará. Talvez, esta seja uma boa forma de definir os erros de Malcolm & Marie: bons monólogos não fazem de você um bom filme se não tiver nada mais a acrescentar.

Noite de estreia do filme de Malcolm (John David Washington), o seu primeiro grande trabalho como cineasta. Após uma noite cansativa com jornalistas, críticos, famosos e produtores, ele volta para casa com sua esposa, Marie (Zendaya), mas problemas começam a surgir. A esposa começa a criticá-lo por não agradece-la em seu discurso e isso desencadeia uma longa discussão sobre o relacionamento dos dois. Assista ao trailer aqui.

Malcolm & Marie foi gravado durante os primeiros meses da pandemia do Covid-19, em segredo, escrito e dirigido por Sam Levinson (Euphoria). Aqui, ele faz o oposto que fez nos dois episódios especiais da sua série – e projeto mais popular e aclamado até o momento. Se lá, ele conseguiu conectar-se com o expectador com longos monólogos, isso não acontece aqui. É um texto problemático, sem tom, que tenta abordar diversas questões – desde a toxidade da indústria cinematográfica até o egoísmo que cerca o casal – mas nada disso é desenvolvido da forma que deveria.

Levinson não sabe qual deve ser o seu foco aqui. Ao mesmo tempo em que seus personagens estão falando sobre seus erros, uma cena aleatória de Malcolm enfurecido por uma crítica do LA Times surge em tela, sem qualquer sutileza ou necessidade. Neste exato momento, o drama de seus personagens é substituído pelo drama de seu criador, que encontra um momento dentro de sua obra para criticar uma jornalista que escreveu um texto negativo sobre Assassination Nation, filme dirigido por ele em 2018.

Dito isso, a sensação que fica é que Malcolm & Marie é um filme terrível. Não exatamente. Em meio a muitos erros, alguns poucos acertos surgem: o primeiro ato introduz bem os protagonistas e cria uma ambientação interessante e alguns monólogos sobre o relacionamento deles funcionam. Fora do controle de Sam Levinson, a cinematografia de Marcell Rév é um primor e a edição de som é muito boa.

Muito foi dito sobre a falta de sutileza do roteiro em desenvolver as discussões que ele mesmo propôs, e isso se espelha diretamente no personagem de John David Washington. Caricato e desnecessariamente explosivo, seu trabalho é prejudicado por seu criador, salvo alguns poucos momentos.

Por outro lado, Zendaya está absurdamente incrível aqui. Encontrando uma complexidade em Marie que o roteiro não desenvolveu, a atriz explora o poder e a fragilidade de sua personagem com muita naturalidade. Os diálogos ganham camadas em sua voz e seu trabalho corporal é deslumbrante. A todo momento, Zendaya está níveis acima do resto do filme.

Existem claras inspirações em Persona e Cenas de um Casamento, duas das obras-primas do diretor Ingmar Bergman, desde o jogo de câmera até a forma que o texto foi escrito. Porém, longe de terem sua qualidade e complexidade. Malcolm & Marie é visualmente lindo, com alguns bons momentos e ganha reforço com o trabalho primoroso de Zendaya – que merecia mais destaque nesta temporada de premiações -, mas não vai além disso.

Palavra final: Malcolm & Marie é visualmente lindo, com alguns bons momentos e ganha reforço com o trabalho primoroso de Zendaya - que merecia mais destaque nesta temporada de premiações -, mas não vai além disso.
2.5
Nota do autor:
Ficha técnica
Título original: Malcolm & Marie
Dirigido por: Sam Levinson
Data de lançamento: 05 de fevereiro de 2021
País de origem: Estados Unidos
Duração: 106 minutos
Gênero:
  • Drama
  • leia também:
      Mais lidas
    Sobre nós
    O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
    E-mail:
    [email protected]

    Redes sociais:
    Popeek © 2019 - 2021
    Tema por Danielle Cabral