Ray Fisher acusa o diretor Joss Wheadon de comportamento abusivo no set de 'Liga da Justiça'.
×
Bianca Paim
01.07.2020
21:23
Ray Fisher acusa o diretor Joss Wheadon de comportamento abusivo no set de ‘Liga da Justiça’.

Na tarde desta quarta-feira (01), o ator Ray Fisher – que interpretou o super-herói Ciborgue no longa de 2017- fez críticas ao comportamento do diretor Joss Whedon durante as gravações de “Liga da Justiça“. Segundo o ator, Whedon não tinha uma postura profissional e era abusivo. Mais tarde os produtores negaram as declarações do ator alegando que não teria permitido essa postura do diretor.

“O tratamento de Joss Wheadon com elenco e a equipe da ‘Liga da Justiça’ era nojento, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Ele foi autorizado, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade> Entretenimento”

Procurado pela revista Variety, o diretor Whedon não quis comentar o caso. Vale lembrar que ele também foi responsável pelos dois primeiros filmes da franquia “Vingadores”.

“Liga da Justiça” era inicialmente um projeto de Zack Snyder, que teve de se afastar da produção por conta do suicídio de sua filha. Assim, Joss Whedon entrou como diretor do filme.

Apesar das declarações de Fisher afirmarem o contrário, o produtor Jon Berg afirmou que ele e Geoff Johns nunca permitiram que cineasta se comportasse de maneira inapropriada no set. Em contato com a Variety, o produtor disse que as palavras do ator são “mentiras categóricas”.
Eu lembro que ele ficou bravo porque queríamos que ele dissesse ‘booyah’, um bordão conhecido do Cyborg nas animações”, contou Berg, que não entrou em mais detalhes sobre sua relação com Fisher.

O intérprete de Victor Stone não foi o único a criticar a postura do substituto de Zack Snyder no set de Liga da Justiça. Na tarde desta quarta-feira (1º), uma polêmica de 2017 voltou à tona sobre a cena em que o Flash (Ezra Miller) cai sobre a Mulher-Maravilha, tomada que Gal Gadot teria se recusado a filmar. Whedon, então, teria ameaçado uma dublê a gravar o momento desconfortável, rumor corroborado pelo fotógrafo Jason Laboy.

Desde este episódio surgiu a campanha Release The Snyder Cut, que pedia pela mitológica versão do diretor. Não só o público mais fiel apoiou, mas também os atores, como Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (Aquaman). Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do SnyderCut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2020
Tema por Danielle Cabral