Conheça a história de Ana e Manu, o conflito que divide o público de "A Vida da Gente"
×
Éder Matheus
05.06.2021
12:53
Conheça a história de Ana e Manu, o conflito que divide o público de “A Vida da Gente”
Manu, Rodrigo e Ana em "A Vida da Gente".

Desde que a Globo anunciou que exibiria uma edição especial de “A Vida da Gente“, um dos seus maiores sucessos das seis na última década, um grande debate tomou conta das redes sociais. De um lado, aqueles que defendem a história interrompida entre Ana e Rodrigo. De outro, aqueles que defendem a história construída durante anos entre Manu e Rodrigo. Mas afinal, que histórias são essas?

A história de “A Vida da Gente” começa na adolescência de Ana (Fernanda Vasconcellos) e Manu (Marjorie Estiano). Elas são filhas de Eva (Ana Beatriz Nogueira), que se casou com Jonas (Paulo Betti), pai de Rodrigo (Rafael Cardoso), quando as meninas ainda eram crianças. Assim, os três, Ana, Manu e Rodrigo, cresceram juntos na mesma casa sob o título de “irmãos postiços”.

Ainda no primeiro capítulo da novela, Ana e Rodrigo viajam juntos em um passeio com a turma do cursinho que eles frequentam. Durante o passeio, Rodrigo revela que está apaixonado por Ana, sua irmã postiça. Ela afirma que também está apaixonada por Rodrigo. Eles se beijam e têm sua primeira vez durante um banho num rio. Poucos capítulos depois, Ana descobre que sua primeira vez com Rodrigo acabou resultando em uma gravidez.

Primeiro beijo de Ana e Rodrigo em "A Vida da Gente".
Primeiro beijo de Ana e Rodrigo.

Nesse momento, Ana é uma grande estrela em ascensão no tênis e tem sua gravidez descoberta pela mãe. Desesperada por acreditar que um filho atrapalharia a carreira de Ana, Eva conta para Vitória (Gisele Fróes), treinadora da jovem, sobre a gravidez. Vitória entra em contato com uma agência de adoção na Argentina e influencia Eva a convencer Ana de que o melhor que ela pode fazer é passar um ano longe do Brasil para que a mídia não descubra sobre a gravidez e, posteriormente, entregar a criança para adoção. Ana atende aos pedidos e viaja para a Argentina com a mãe, sem contar para Rodrigo que estava esperando um filho dele.

Ana passa quase um ano na Argentina durante seu período de gestação e quando finalmente dá à luz a criança, ela decide que não quer mais entregar sua filha para adoção. Eva registra a criança como sua filha para que a gravidez de Ana não seja descoberta pela mídia e atrapalhe sua carreira. Elas retornam ao Brasil com a criança e, por alguns capítulos, Ana mantém o segredo a sete chaves e não conta a Rodrigo que ele é o pai da pequena Júlia. Nesse momento, Rodrigo já está namorando a uma outra garota após Ana ter ido embora sem lhe dar quaisquer explicações sobre o motivo da partida.

Após muitos conselhos de Alice, uma amiga da faculdade, e Manu, sua melhor amiga e irmã, Ana decide que não quer mais esconder sua filha de ninguém e resolve assumir a maternidade. Sabendo que Eva colocaria empecilhos em sua decisão, Ana decide fugir com Manu da casa da mãe em Porto Alegre e ir morar com a avó Iná (Nicette Bruno), em Gramado. Ela pede que Rodrigo a encontre no local, pois ela tinha algo para revelar a ele.

Durante a viagem noturna para Gramado, Ana, Manu e Júlia sofrem um acidente de carro. Após o acidente, Ana entra em coma, situação na qual ela permaneceria por tempo indeterminado, de acordo com os médicos. Eva culpa Manu pelo estado da irmã e expulsa a filha e a neta Júlia de casa. Abalada com o estado da irmã, a pessoa que mais ama no mundo, Manu decide largar a faculdade e dedicar sua vida a cuidar da sobrinha, visto que Eva recusou os cuidados com a criança e Ana estava em coma e não poderia exercer seu papel de mãe.

Segundos antes do acidente de carro sofrido por Ana, Júlia e Manu em "A Vida da Gente".
Segundos antes do acidente de carro sofrido por Ana, Júlia e Manu.

Enquanto Ana está em coma no hospital, Manu passa a morar com Iná e dedicar sua vida a cuidar de Júlia. Ela decide contar a Rodrigo o que Ana estava prestes a lhe contar. Rodrigo, que agora está solteiro novamente, imediatamente decide ajudar Manu nos cuidados com Júlia e é convidado por Iná a morar com elas em sua casa em Gramado. Juntos sob o mesmo teto, Manu, Rodrigo e Iná cuidam de Júlia em amor à Ana.

Manoela decide criar um blog para contar tudo que aconteceu enquanto a tenista estava em coma e atualizá-la a respeito do desenvolvimento de Júlia. A iniciativa de Manu é reflexo da esperança que ela tem de que um dia Ana acordasse e pudesse ler como foi o crescimento da filha ao longo dos anos.

Após cerca de dois anos dedicando sua vida a cuidar de Júlia, Manu se preocupa quando a criança passa a lhe chamar de “mãe”. Ela e Rodrigo decidem ir a uma psicóloga infantil para questionar à profissional como se portar diante da situação. A psicóloga aconselha Manu e Rodrigo a permitirem que Júlia chame Manu de “mãe”, pois a criança precisa de uma “referência materna”. Ela salienta também que apesar disso, é importante sempre lembrar a Júlia que a outra mãe dela está no hospital dormindo.

Rodrigo e Manu em conversa com psicóloga infantil de Júlia.

Assim eles fizeram a partir de então. Além de contar a Júlia que sua outra mãe estava dormindo no hospital, Manu e Rodrigo levavam a criança para visitar Ana constantemente. Em um determinado momento, Júlia se recusa a voltar ao hospital pois afirma que Ana nunca interage com ela durante suas visitas. Manu e Rodrigo tentam fazer Júlia entender a situação, mas por ainda ser uma criança, a pequena mostra dificuldade em saber por que sua “outra mãe” permanecia incomunicável depois de tanto tempo.

Após três anos morando sob o mesmo teto e dedicando suas vidas a cuidarem de Júlia, um sentimento mais forte começa a surgir entre Manu e Rodrigo. Durante todos esses anos, Manu incentivou Rodrigo a seguir na carreira de arquitetura como ele sempre quis, ajudou o jovem imaturo a se tornar um homem e pai responsável e compartilhou todas as fases do crescimento de Júlia até então ao lado dele. Inevitavelmente, eles acabaram se apaixonando em detrimento do alinhamento de suas vidas que estavam dedicadas a um mesmo propósito naquele momento: a pequena Júlia.

Eles lutaram contra esse amor, mas foram aconselhados pelas pessoas mais próximas de que seria inevitável que isso acontecesse diante da situação a qual eles viviam. Além disso, naquele momento, os médicos afirmavam que o quadro em coma de Ana era irreversível e que ela certamente não iria mais acordar. Apesar de ser uma decisão difícil, os dois bancaram a escolha e se permitiram construir uma vida sob o título de casal a partir dali. Nesse meio tempo, Manu continuou escrevendo em seu blog sobre sua história com Rodrigo, ainda na esperança de que Ana contrariasse as expectativas médicas, acordasse um dia e entendesse como tudo aconteceu.

Manu e Rodrigo abraçados após revelarem que se apaixonaram um pelo outro em "A Vida da Gente".
Manu e Rodrigo abraçados após revelarem que se apaixonaram um pelo outro.

E aconteceu. Em um determinado dia, Ana acordou do coma e deixou todos ao seu redor entusiasmados com a notícia. A preocupação sobre o que Ana acharia da relação entre eles logo preocupou Manu e Rodrigo, que decidiram que contariam para ela sobre eles estarem casados assim que ela tivesse condições de receber essa notícia. Passado um tempo da recuperação de Ana, Manu decide ir ao hospital para contar à irmã sobre seu envolvimento com Rodrigo. No entanto, Eva se antecede e conta para Ana antes que Manu está casada com o pai de sua filha.

Ana fica chocada com a notícia e pede para que Manu não lhe procure mais. A relação entre as duas fica estremecida por muitos capítulos, até que Iná mostra a Ana o blog criado por Manu contando sobre o dia-a-dia de Júlia. Após ler as centenas de páginas escritas por sua irmã, Ana passa a entender que a relação entre Manu e Rodrigo foi construída naturalmente e de uma maneira inevitável e as duas voltam a se falar e ter uma boa relação.

Ana lendo o blog criado por Manu contando tudo sobre o desenvolvimento de Júlia em "A Vida da Gente".
Ana lendo o blog criado por Manu contando tudo sobre o desenvolvimento de Júlia.

A reaproximação de Ana com Júlia, no entanto, não tem o mesmo sucesso. Como Ana estava em coma e incomunicável todas as vezes em que Júlia a visitou no hospital, a criança não criou nenhum afeto pela mãe biológica. Por isso, todas as vezes em que Manu pedia para Júlia passar um tempo com Ana, a criança demonstrava desinteresse. Após muitos esforços, a relação de Ana e Júlia foi progredindo aos poucos.

Meses após Ana ter se recuperado e saído do hospital pronta para recomeçar sua vida, ela começou a se envolver com Lúcio (Thiago Lacerda), o médico que cuidou dela durante todos os seus anos em coma. Em paralelo a essa relação com Lúcio, Ana e Rodrigo perceberam que os sentimentos um para com o outro permaneciam guardados em algum lugar. Eles começaram a se ver às escondidas para falarem sobre isso. Manu percebeu um distanciamento tanto de Ana quanto de Rodrigo durante esse período e decidiu perguntar aos dois se havia algum sentimento pendente entre eles.

Na conversa com Ana, Manu diz que se a irmã confessar que ainda ama Rodrigo, será uma decisão difícil, mas ela estaria disposta a deixar o caminho livre para os dois viveram o amor que foi interrompido. “Para mim, você é mais importante que tudo, Ana. Eu sei que foi a vida que trouxe a gente nessa situação delicada, mas não é fugindo ou negando que a gente vai dar conta dela. Se você me disser que ainda se sente ligada ao Rodrigo, será difícil, mas eu não te julgaria. Não seria fácil, a gente sabe disso, mas a gente não tem outra escolha a não ser olhar para isso juntas. Por isso, eu preciso que você me responda com toda sinceridade, você ainda ama o Rodrigo?”, diz Manu na cena. Ana diz que se questionou a mesma coisa desde que acordou do coma, mas nega que sinta qualquer coisa pelo marido da irmã. “Essa Ana adolescente apaixonada pelo Rodrigo não existe mais”, frisa Ana.

Manu perguntando à Ana sobre seus sentimentos por Rodrigo.

A mesma pergunta é feita por Manu a Rodrigo. Ele usa as mesmas palavras de Ana e afirma que o amor adolescente entre eles ficou no passado. Rodrigo ainda agradece Manu por tê-lo ajudado a se tornar um homem maduro e responsável. “Eu sou um homem muito feliz ao seu lado. Você é a mulher que eu amo”, diz Rodrigo. A coragem que Manu teve em fazer a difícil pergunta, no entanto, não foi a mesma que Ana e Rodrigo tiveram ao respondê-la, visto que eles negaram a existência de um sentimento que eles sabiam que existiam.

Um capítulo depois de Manu ter feito a mesma pergunta para os dois, ela acaba flagrando os dois se beijando após uma armação de Eva. Naquele momento, Manu se sente traída. Como sempre foi uma mulher de tomar decisões difíceis, Manu decide abandonar sua vida e todo o trabalho que construiu durante os últimos cinco anos para passar um tempo em outra cidade a fim de superar a separação de Rodrigo. Ela passou a visitar Porto Alegre eventualmente apenas para passar os finais de semana com Júlia, que era como uma filha para ela, assim como ela era uma mãe para a criança tanto quanto Ana.

Manu flagrando Ana e Rodrigo se beijando.

E é de toda essa história que resulta o grande debate que vem circulando pelas redes sociais nas últimas semanas. Quem é culpado? Quem é vítima? Existe alguém certo? Existe alguém errado? Se sim, é Ana? É Manu? É Rodrigo? São todos? É nenhum? Perguntas sem respostas definitivas diante de uma trama complexa de Lícia Manzo que promove um debate profundo sobre as relações humanas e as circunstâncias inesperadas da vida.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral