Homem viaja no tempo para ter relações com ele mesmo em polêmica cena de nova série da HBO Max
×
Éder Matheus
26.05.2022
17:40
Homem viaja no tempo para ter relações com ele mesmo em polêmica cena de nova série da HBO Max
Cena da série da HBO Max "A Mulher do Viajante no Tempo".

A HBO Max estreou, no dia 15 de maio, sua nova série original intitulada “A Mulher do Viajante no Tempo“, inspirada no livro de mesmo nome da autora Audrey Niffenegger. A história já foi adaptada para os cinemas em 2009 com o título de “Te Amarei para Sempre“, filme protagonizado por Eric Bana e Rachel McAdams.

Na trama, acompanhamos Henry, um moderno bibliotecário, e Claire, uma encantadora estudante de arte. Juntos, eles formam um casal aparentemente perfeito, que almejam os mesmos objetivos: trabalhos gratificantes, bons amigos e a construção de uma linda família.

O casamento deles, no entanto, nunca poderá ser normal. Isso porque Henry sofre de um distúrbio genético raro que o faz viajar no tempo eventualmente. De forma aleatória, ele simplesmente some do presente por tempo indeterminado — podendo ser dias, meses ou até mesmo anos — e viaja para o passado ou para o futuro.

Os deslocamentos são imprevisíveis e Henry ainda não consegue controlá-los. A cada viagem, ele possui uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. Enquanto isso, Claire, para quem o tempo continua passando normalmente, precisa aprender a conviver com a ausência do marido e com o caráter inusitado da relação.

Uma cena do livro que não foi incluída no filme de 2009 e que foi inserida na série recém-lançada essa semana viralizou nas redes sociais. O momento acontece no segundo episódio, quando Henry explica para Claire como seu pai descobriu sobre sua condição de viajar no tempo.

Enquanto o personagem dá seu relato para a esposa, uma cena de flashback ganha a tela. A versão de Henry com 16 anos é apresentada e o personagem aparece despido na cama, coberto por um lençol, aparentemente se “aliviando”.

Na sequência, sem bater, o pai do garoto entra no quarto e é revelado que, embaixo do lençol, estava o próprio Henry. Ou seja, o personagem havia usado sua condição de viagem no tempo para ter relações íntimas consigo mesmo.

Confira a cena:

Um crítico do Decider descreveu a cena como uma das mais desconcertantes da história da televisão. “Não consigo explicar por que a cena é tão perturbadora, mas vai me assombrar pelo resto da minha vida”, disse Meghan O’Keefe.

Protagonizada por Theo James e Rose Leslie, “A Mulher do Viajante no Tempo” segue a mesma estratégia de “Sucession” e “Euphoria“, tendo seus episódios lançados semanalmente na HBO Max. Até o momento, apenas dois episódios foram liberados oficialmente. A série contará com seis episódios no total, sendo o último disponibilizado dia 18 de junho na plataforma de streaming.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2022
Tema por Danielle Cabral