Johnny Depp perde processo contra jornal que o chamou de "espancador de esposas"
×
João Pedro G. Tonioli
02.11.2020
11:20
Johnny Depp perde processo contra jornal que o chamou de “espancador de esposas”
Johnny Depp e Amber Heard

Durante 2018, o jornal The Sun fez uma matéria sobre a escalação de Johnny Depp em Animais Fantásticos com a manchete: “Como pode J.K. Rowling estar ‘genuinamente feliz’ ao selecionar o espancador de mulher Johnny Depp no novo ‘Animais Fantásticos’?”.

Após isso, a defesa de Johnny Depp abriu um processo contra ao jornal por conta do título ser considerado tendencioso e durante essa última semana, o veredito saiu. A Suprema Corte de Londres deu o veredito e garantiu vitória ao jornal The Sun, dizendo que eles estavam certos ao rotulá-lo como ‘espancador de esposas’.

O juiz do caso, além de descartar o processo de difamação de Depp, também concluiu que o ator bateu em sua esposa, Amber Heard, 12 das 14 vezes alegadas, começando em 2013 por conta de uma tatuagem. Segundo o juiz, tudo que está no artigo do The Sun é ‘substancialmente verdadeiro’.

Após passar 20 horas testemunhando na corte, o ator terá que desembolsar milhões de libras para o jornal após perder tal processo, estimado em 4 milhões. No geral, o julgamento durou 16 dias, sendo o maior do século 21.

Durante as diversas horas desse processo, diversas provas vieram a tona, como novas imagens e vídeos sobre os momentos de agressão, como a divulgação de mensagens de Depp ao ator Paul Bettany onde falava sobre afogar e queimar Amber como uma bruxa. Diversas testemunhas apareceram durante a processo, de ambos os lados. O processo também trouxe a tona momentos de uso extremo de álcool e drogas pelo ator, que segundo o julgamento, eram de extrema importância para diversas das ocorrências.

Sobre o caso, ainda corre processo na corte dos Estados Unidos, onde o ator pede 50 milhões de dólares sob acusação de difamação de sua ex Amber Heard em artigo publicado pelo jornal Washington Post sobre violência doméstica.

“Para aqueles de nós presentes no julgamento da Suprema Corte de Londres, esta decisão e julgamento não são uma surpresa. Muito em breve, apresentaremos evidências ainda mais volumosas nos Estados Unidos. Estamos empenhados em obter justiça para Amber Heard no tribunal dos Estados Unidos e em defender o direito da Sra. Heard à liberdade de expressão” disse a advogada de Amber após a decisão.

Johnny Depp e sua defesa ainda continuam dizendo que todas as alegações feitas pela atriz Amber Heard são falsas.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral