Joshua Bassett comenta sobre se assumir: "Estou feliz por fazer parte da comunidade LGBTQ+"
×
João Pedro G. Tonioli
24.06.2021
13:21
Joshua Bassett comenta sobre se assumir: “Estou feliz por fazer parte da comunidade LGBTQ+”
Joshua Bassett

Joshua Bassett tem estado na boca da mídia e na frente das câmeras constantemente nos últimos meses, seja por conta da série em que estrela na Disney+, seja por conta das fofocas em torno do lançamento de “drivers license“, de Olivia Rodrigo, seja pelas especulações acerca de sua sexualidade. Esse último tópico se tornou ainda mais forte quando, recentemente, em entrevista para a Clevver News, o ator chamou Harry Styles de “gostoso” e logo após brincou dizendo que “achava que estava se assumindo“. Mesmo sem ter sido direto nas palavras, foi o suficiente para que os fãs considerassem que ele estava se assumindo como parte da comunidade LGBTQ+.

Nessa quinta-feira (24), o ator concedeu uma entrevista para a revista GQ, onde falou sobre seu “coming out“, sua admiração por Harry Styles e até sobre o enorme sucesso da música de sua colega de trabalho. Sentado em uma cafeteria, a revista fala como o ator é educado e confiante, e até barulhento às vezes, enquanto ele fala que as pessoas não entendem que tudo isso é muito novo para ele.

Joshua comenta sobre como foi crescer em Oceanside, na Califórnia, numa casa cercada por mulheres: sua mãe e suas cinco irmãs com mentalidade artísticas: “Eu sempre tive um tipo de energia bastante feminina em minha vida. Minhas irmãs me colocavam em um vestido de Branca de Neve e me faziam correr pela casa.

Eu era um garoto muito emotivo. Eu recebia gritos constantes por causa do choro. Eu passaria todas as noites pensando, não chore, não chore, não chore. Lembro-me de me bater todas as noites. Lembro-me de passar todos os dias olhando no espelho, vendo se tinha algum cabelo no queixo. Todos os dias eu esperava estar finalmente na puberdade” disse o ator ao lembrar que os meninos são ensinados desde cedo a não mostrar sua vulnerabilidade. A revista ainda aponta que durante a entrevista, ele chorou três vezes.

Joshua Bassett para GQ.

Joshua ainda lembrou sua jornada para se tornar ator, dizendo que fez uma audição para a sequência de “Avatar“, de James Cameron, e como foi ser chamado para estrelar uma série de tamanha importância como “High School Musical: A Série: O Musical“. Quando o ator foi escalado, os escritores do programa disseram que o sucesso da série dependeria de sua química com seu interesse amoroso. Após ser jogado em uma sala com dezenas de atrizes, sua conexão com Olivia Rodrigo foi instantânea. “Era muito óbvio, na minha opinião, que ela era perfeita para isso” disse o ator.

Por que não nos concentramos nessas mulheres pelo que são? Vamos nos concentrar na arte que estão fazendo e em como são ótimas, em vez de seu relacionamento com um menino” disse Joshua ao comentar sobre como era constantemente abordado pela mídia para comentar sobre seu relacionamento com Olivia após o lançamento de “drivers license” e até sobre sua relação com Sabrina Carpenter.

Enquanto comentavam sobre a música de maior sucesso do ano, Joshua revela que dois dias após o lançamento da música, ele começou a ficar muito doente, tendo que ser hospitalizado logo em seguida, mesmo achando que fosse intoxicação alimentar ou algo do tipo. Ele achava que o stress tinha alguma parte nisso, mas logo em seguida ele descobriu que era choque séptico e insuficiência cardíaca.

[Os médicos] me disseram que eu tive uma chance de 30% de sobrevivência. Eles me disseram que se eu não tivesse feito o check-in no hospital em 12 horas, teria sido encontrado [morto] em meu apartamento.” Enquanto a mídia social fofocava, Bassettnão tinha energia para se concentrar em nada além de permanecer vivo“.

Joshua Bassett para GQ.

Por fim, Joshua comenta sobre sua polêmica citação sobre Harry Styles na revista anterior e ele esclarece que “não estava brincando“, sobre o fato de estar se assumindo, mas ele ainda está aprendendo a como articular esses sentimentos em voz alta.

“Mesmo que haja consequências, prefiro lidar com as consequências e viver minha verdade do que viver com medo.”

Quando perguntado sobre se ele acha que os jovens ainda precisam se “assumir” da mesma forma que as outras gerações eram esperadas, ele diz que é contra se assumir, no sentido de que não há necessidade, dizendo que as pessoas são bem-vindas a terem caixas se quiserem. Ele relembra da infância quando era constantemente vestido de Branca de Neve e ouvia os outros perguntando quando ele iria se assumir, perguntando se ele era hétero ou não por coisas aleatórias. E então “as pessoas não acreditariam em mim de qualquer maneira se eu falasse sobre minha sexualidade de alguma forma.”

O ator acrescentou: “Existem muitas letras no alfabeto… Por que se preocupar apressando-se em chegar a uma conclusão? Às vezes sua letra muda, às vezes você tenta uma diferente, outras vezes você percebe que não é o que pensava que era, ou talvez você sempre soube. Tudo isso pode ser verdade. Estou feliz por fazer parte da comunidade LGBTQ+ porque eles abrangem todos. Não deixe ninguém dizer que amor não é amor. Eles são os que provavelmente mais precisam.”

Joshua Bassett para GQ.

Joshua Bassett lembra como ele se sentiu emocionado no episódio 5 da primeira temporada da série em que estreia, onde mostra Seb e Carlos dançando juntos pela primeira vez. Na época, ele se sentiu arrepiado com isso, mas só posteriormente ele veio entender o por que. Nos últimos meses, diversos membros do elenco vem se sentindo confortáveis para assumir suas próprias identidades. Além de Joshua, os atores Joe e Frankie também assumiram relacionamento fora da série, além de Larry Saperstein que se assumiu bissexual recentemente.

Só espero que esta geração possa se sentir confortável, confiante e segura falando sobre sexualidade sem precisar ser uma caixa e sem precisar ter tudo planejado”, diz ele enquanto seus olhos começam a lacrimejar por um segundo. “Isso me deixa emocionado. Eu não tinha isso necessariamente quando era mais jovem. Eu não tinha um eu dizendo coisas assim. Estou muito em paz. Estou celebrando o Orgulho o mês todo.”

Joshua Bassett para GQ.

leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral