Kanye West protesta contra gravadora em defesa de artistas: "escravidão moderna"
×
Maurício Junio
16.09.2020
19:22
Kanye West protesta contra gravadora em defesa de artistas: “escravidão moderna”

Kanye West voltou para o Twitter após algumas semanas longe dos holofotes, desde seus polêmicos posts no fim de julho. Desde a última segunda-feira, ele vem protestando na rede social contra os contrários que tem com sua gravadora, sobre a política dos direitos autorais de suas músicas e em defesa da liberdade dos artistas.

O rapper criticou, principalmente, a Universal Music, que tem mais de 10 contratos com ele. Kanye West acusou as gravadoras de praticarem “escravidão moderna“, e pagar apenas uma pequena parcela dos royalties das músicas aos artistas. “90% dos contratos de gravação no planeta ainda estão em royalties. Um contrato de gravação padrão é uma armadilha para nunca recuperá-lo. Há todos esses custos escondidos, como as ‘taxas de distribuição’, que muitas gravadoras colocam em seus contratos para ganhar ainda mais dinheiro“, disse ele.

West prometeu boicote a gravadora e disse que não lançará nenhuma música até romper todos os seus contrários com eles. Ele ainda disse que lutará para que todos os seus masters (espécie de direito de reprodução das músicas) sejam de seus filhos quando ele morrer.

Ele justifica seu protesto dizendo que está defendendo sua própria arte e a de seus amigos músicos: “Não vou ver meu povo ser escravizado. Estou colocando minha vida em risco pelo meu povo. A indústria da música e a NBA são navios negreiros modernos. Sou o novo Moisés”. Desde o início de sua carreira, West expressou sua preocupação com a forma que as gravadoras tratam os artistas.

Hoje, um capítulo polêmico desta polêmica foi revelado ao mundo. Kanye West decidiu postar um vídeo urinando numa estatueta do Grammy. Desde 2017, o artista vem boicotando a premiação pela forma que eles tratam os artistas negros e subestimam o rap e o hip-hop. O boicote deu resultado: desde então, West nunca mais ganhou um Grammy, mas trouxe ao seu protesto diversos outros artistas.

Ainda hoje, ele chamou alguns artistas reconhecidos mundialmente a lhe apoiarem na luta contra a exploração das gravadoras, como Bono (U2), Paul McCartney (Beatles), Kendrick Lamar, Drake e, surpreendentemente, Taylor Swift. Todos eles têm ou tiveram algum problema com os direitos de reprodução de suas músicas em algum momento de suas carreiras.

Taylor Swift foi um dos casos mais recentes que ganhou repercussão nos últimos anos. Devido a um contrato assinando quando era jovem, ela perdeu parte dos direitos de suas músicas até o ano de 2018. Os direitos pertencem atualmente para Scooter Braun, produtor de artistas como Justin Bieber, Ariana Grande e Demi Lovato; Swift e Braun não se dão bem.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2020
Tema por Danielle Cabral