Oi? Taylor Swift está proibida de cantar suas próprias músicas no American Music Awards
×
Maurício Junio
14.11.2019
20:55
Oi? Taylor Swift está proibida de cantar suas próprias músicas no American Music Awards
Taylor Swift, cantora americana donas dos hits "Love Story", "Shake It Off" e "Blank Space".

Em recentes stories em seu Instagram, Taylor Swift revelou que sua antiga gravadora, Big Machine Records, está impedindo que ela performe suas próprias músicas do American Music Awards, onde ela será honrada com o prêmio de Artista da Década.

No fim do mês de junho, foi anunciado que o empresário Scooter Braun comprou a gravadora, e ele possui um longo histórico de brigas com a própria Taylor. A venda da gravadora custou um valor de 300 milhões de dólares e Braun agora tem direitos dos seis primeiros álbuns de Swift.

Taylor disse nos stories que eles permitiram ela cantar suas próprias músicas na premiação com duas condições: que ela desistisse da ideia de regravar os seis discos no fim de 2020 e que parasse de falar de Scooter Braun e Scott Borchetta. “Isso é ERRADO. Nenhum desses homens escreveram todas aquelas canções. Nenhum deles criou o relacionamento de tenho com os meus fãs. É por isso que estou pedindo a ajuda de vocês“.

Taylor pede ajuda aos fãs para mostrarem nas redes sociais a indignação deles com a decisão da Big Machine Records. “Deixem com que Scott Borchetta e Scooter Braun saibam como vocês se sentem a respeito disso“, disse a cantora.

Ela ainda disse que a Netflix produziu um documentário acompanhando alguns meses da vida dela e de seu processo criativo, mas que Scooter Braun impediu o lançamento do mesmo.

A cantora termina dizendo que apenas deseja cantar as suas próprias canções, e que quer os seus fãs sempre atentos a tudo que está acontecendo a respeito disso. Ainda destaca que o plano de regravar os álbuns a partir de novembro de 2020 está firme.

Desde novembro, Taylor está com contrato fechado com a Republic Records e Universal Music Group, e as regravações de seus álbuns devem começar ainda em 2020, com lançamento previsto para 2021.

Que situação triste, né?

[yop_poll id=”1″]


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2022
Tema por Danielle Cabral