Stephen King diz que foi bloqueado por J.K. Rowling após ele ter apoiado comunidade trans
×
Éder Matheus
25.05.2021
10:49
Stephen King diz que foi bloqueado por J.K. Rowling após ele ter apoiado comunidade trans
Stephen King e J.K. Rowling, autores famosos.

Nos últimos dois anos, J.K. Rowling, a autora da saga “Harry Potter“, se envolveu em diversas polêmicas nas redes sociais após fazer comentários transfóbicos publicamente. Diversos artistas, incluindo alguns nomes que integram o elenco de “Harry Potter” nos cinemas, se posicionaram contra as declarações de Rowling.

Apesar das críticas que vieram de todos os lados, Rowling ficou contente quando o autor Stephen King retuitou uma publicação na qual ela citava a ativista feminista Andrew Dworkin. “Não é odioso que as mulheres falem de suas próprias experiências”, dizia a publicação. Entusiasmada com o suposto apoio do autor de “It – A Coisa“, Rowling fez uma nova publicação no Twitter o elogiando.

“É muito mais fácil para homens ignorarem as preocupações das mulheres ou diminui-las, mas eu nunca esquecerei os homens que se pronunciaram quando não precisavam. Obrigada, Stephen”, escreveu Rowling no Twitter. Os agradecimentos da autora intrigaram alguns internautas, que imediatamente foram questionar a King o posicionamento dele frente à comunidade trans.

King não hesitou e, no Twitter, escreveu: “Sim, mulheres trans são mulheres”. Quando Rowling notou a resposta do autor de “O Iluminado” a um seguidor, ela imediatamente apagou os elogios que havia feito a ele anteriormente e ainda deixou de segui-lo nas redes sociais.

Refletindo sobre o incidente em uma entrevista ao Daily Beats na última semana, King revelou que foi bloqueado pela autora. “Jo me cancelou. Ela meio que me bloqueou e tudo isso. Ela é bem-vinda com sua opinião”, disse o escritor. “Se ela pensa que as mulheres trans são perigosas, ou que as mulheres trans de alguma forma não são mulheres, ou qualquer problema que ela tenha com isso – a ideia de que alguém ‘disfarçado’ de mulher vai agredir uma mulher ‘real’ no banheiro – se ela acredita em todas essas coisas, ela tem direito à sua opinião”, continuou King.

O ‘rei do terror’ reafirmou sua opinião frente à comunidade trans, mas também comentou que embora não concorde com a autora, entende que ela tem o direito de opinar sobre o assunto. “E foi por isso que ela ficou zangada com a minha opinião. É como o velho ditado, ‘Não concordo com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo’.”, declarou o autor de “A Hora do Vampiro“. “Eu apenas senti que sua crença estava, em minha opinião, errada. Temos opiniões diferentes, mas isso é a vida”, continuou.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral