Tommy Dorfman, de "13 Reasons Why", revela que se identifica como uma mulher trans: "Hoje é sobre clareza"
×
João Pedro G. Tonioli
22.07.2021
12:55
Tommy Dorfman, de “13 Reasons Why”, revela que se identifica como uma mulher trans: “Hoje é sobre clareza”
Tommy Dorfman

Nessa quinta-feira (22), a TIME divulgou uma entrevista entre Torrey Peters e Tommy Dorfman. Peters é uma autora americana e lançou seu primeiro livro, “Detranstition, Baby“, neste ano, e contou sobre uma conversa que teve com Tommy logo após seu lançamento. De início, a autora achava que seria uma conversa sobre algum papel em uma adaptação em potencial, mas logo descobriu que se tratava de algo maior: uma conversa entre dois artistas queers que queriam criar um raro vinculo.

O papel mais conhecido de Tommy Dorfman é como o poeta conivente Ryan Shaves em “13 Reasons Why“, da Netflix. Apesar de nenhum outro grande papel desde então, Tommy também deverá fazer a sua estreia na direção na adaptação “I Wish You All the Best” de Mason Deaver. Antes da entrevista, Torrey comentou como Tommy sempre foi uma pessoa muito elegante em suas redes sociais, em específico no Instagram, mas que alguns seguidores e papparazzis começaram a notar algumas grandes mudanças no último ano e mesmo com diversas especulações, Tommy nunca havia dito nada.

Logo no início da entrevista para TIME, Torrey disse “Somos amigos – somos casuais. Então, por que estamos tendo uma conversa formal hoje na TIME?” e Tommy logo respondeu: “Estamos conversando hoje para discutir meu gênero. Há um ano, tenho me identificado em particular e vivido como uma mulher – uma mulher trans.

Tommy Dorfman para TIME

É engraçado pensar em assumir, porque eu não fui a lugar nenhum. Vejo o dia de hoje como uma reintrodução para mim como mulher, tendo feito uma transição médica. ‘Se assumir’ é sempre visto como uma grande revelação, mas eu nunca deixei de sair. Hoje é sobre clareza: eu sou uma mulher trans. Meus pronomes são ela/ dela. Meu nome é Tommy” disse a atriz logo após ser perguntada se ela estava se assumindo.

Tommy contou que utilizou de seu Instagram como uma cápsula do tempo diária para mostrar um corpo vivendo em um espaço mais fluido enquanto fazia a sua transição. Contudo, a falta de falar isso explicitamente fez com que ela enxergasse que “minha recusa em esclarecer pode me privar da liberdade de controlar minha própria narrativa“. Apesar disso, Tommy diz querer não mudar seu nome de nascimento pois tem uma forte ligação com ela. Tommy era um irmão de sua mãe que morreu um mês após o nascimento dela e que ela se sentia abraçada por ele.

Tommy Dorfman para TIME

É impossível para mim separar minha transição pessoal da profissional, porque meu corpo e rosto estão ligados à minha carreira. Sou mais conhecida por interpretar um poeta gay mal-intencionado em uma série e temia que, ao fazer uma transição ativa em minha vida pessoal, perderia qualquer carreira que me disseram que deveria ter. Mas não estou mais interessada em interpretar personagens “masculinos” – exceto talvez de uma forma “Cate Blanchett interpretando Bob Dylan”. Às vezes, você só precisa dizer: “Não, é exatamente isso que eu sou”” disse Tommy ao ser questionada se existe alguma diferença entre “se assumir” na vida pessoal e profissional.

Ao ser perguntada sobre seu futuro em questão profissional, Tommy agradeceu por Lena Dunham dar o seu primeiro papel como mulher para ela e que espera infundir seu corpo trans no cinema e na televisão.

Tommy Dorfman para TIME

leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral