Tudo que sabemos sobre a adaptação de "A Seleção" para a Netflix
×
Éder Matheus
08.06.2021
21:31
Tudo que sabemos sobre a adaptação de “A Seleção” para a Netflix
Capas dos livros de "A Seleção", de Kiera Cass.

A notícia que os fãs de “A Seleção” esperaram por anos finalmente foi divulgada em 10 de abril de 2020, quando a Netflix anunciou que a saga de livros da autora Kiera Cass ganharia uma adaptação pela plataforma. Abaixo, reunimos todas as informações que sabemos sobre o primeiro filme da série.

A equipe

Haifaa Al-Mansour, conhecida por seus trabalhos nos aclamados “Wadja” e “Felicidade por Um Fio“, será a diretora do longa. Ela também dirigiu um episódio da série original Netflix “The Society“, que foi cancelada após uma temporada

Di Novi, que trabalhou no indicado ao Oscar “Adoráveis Mulheres” e em “Amor a Toda Prova” será produtora do filme ao lado de Pouya Shahbazian, conhecida por seus trabalhos nas adaptações de “Com Amor, Simon” e “Divergente“. Margaret French Isaac será a produtora executiva.

Chamada de elenco

Em 20 de dezembro de 2020, o insider de Hollywood Daniel Ritchman revelou que a Netflix já havia anunciado as chamadas de elenco para os personagens principais de “A Seleção“, sendo contatada por diversos atores e atrizes que estavam interessados em dar vida aos personagens de Kiera Cass.

O elenco

America Singer

Nenhum nome foi confirmado oficialmente no elenco de “A Seleção“. No entanto, desde que a adaptação fora confirmada pela Netflix, os fãs da série literária apontam seus favoritos como intérpretes de America Singer, Príncipe Maxon Schreave e Aspen Leger, o trio protagonista da história.

Um dos nomes mais citados para interpretar America é o de Audrey Hollister, a modelo que fotografou as capas de todos os livros da saga literária. Apesar de ser a primeira ilustração da protagonista da história, Hollister perde força por não trabalhar como atriz, dando espaço para Abigail Cowen se tornar a favorita definitiva entre os fãs.

Abigail Cowen, provável intérprete de America no filme de "A Seleção".
Abigail Cowen.

Cowen já é contratada da Netflix e já atuou em duas séries da plataforma, primeiro como Dorcas em “O Mundo Sombrio de Sabrina” e posteriormente como Bloom em “Fate: A Saga Winx“. O fato da atriz já ter vínculo com o serviço de streaming pode facilitar em sua contratação para viver mais uma protagonista em uma série original da Netflix.

Em maio do ano passado, enquanto realizava uma live no Instagram com uma amiga, Cowen respondeu à pergunta de um fã sobre estar interesse em interpretar America Singer. “Infelizmente não é tão fácil, mas eu adoraria! Gostaria de dar uma olhada. E isso não significa um ‘sim’, mas um ‘veremos!’ Fique bem!”, disse a atriz.

Príncipe Maxon Schreave

Já para interpretar Maxon, a lista de galãs é um pouco maior. Entre os nomes citados pelos fãs estão o de William Moseley, famoso por interpretar o Rei Pedro na saga “As Crônicas de Nárnia” e o Príncipe Liam na série “The Royals”. De fato, o ator já tem experiência com a realeza.

Outros nomes citados pelos ‘Selecionados’ são os de Max Irons, o Alfred em “Terminal“, Froy Gutierrez, intérprete do Nolan em “Teen Wolf“, Mitchell Hope, o também Príncipe Ben de “Descendentes” e Evan Roderick, que dá vida a Justin em “Spin Out“.

Michael Provost.

Apesar da longa lista, nenhum nome é tão citado quanto o de Michael Provost, o Brick de “Insaciável“, polêmica série da Netflix que foi cancelada após duas temporadas. Assim como Abigail Cowen, o ator demonstrou interesse em viver um dos protagonistas de “A Seleção”, mas ele foi mais além. Em setembro do ano passado, ele gravou um vídeo lendo cartas de Maxon Schreave como tentativa de chamar atenção dos produtores do filme.

Aspen Leger

Fechando o triângulo amoroso que protagoniza a distopia, os nomes mais citados foram os de Matthew Daddario, o Alec de “Shadowhunters“, Thomas Doherty, intérprete do Harry em “Descendentes“, Liam Hemsworth, que deu vida ao Gale em “Jogos Vorazes” e Ross Butler, o Zach de “Os 13 Porquês” e Reggie de “Riverdale“.

O orçamento

Em entrevista à BBC Talking Movies em 13 de maio de 2021, Haifaa Al-Mansour, a diretora do filme, revelou que a produção possuirá um grande orçamento, sendo a primeira com esses recursos entre todas nas quais ela já trabalhou.

“Eu estou muito animada por estar no comando de um filme de grande orçamento, finalmente! É sobre estar jovem que vem de uma casta muito inferior e com um futuro distópico que entra em um concurso para ser a nova princesa daquele país”, disse a diretora.

O roteiro

Em 8 de junho de 2021, a diretora de “A Seleção” voltou a animar os fãs da história ao postar uma foto com o roteiro do filme. “Está aqui”, escreveu a diretora junto da imagem com os dizeres: “A Seleção. Baseado na série de livros A Seleção escrita por Kiera Cass”.

Imagem do roteiro de “A Seleção”
publicado pela diretora do filme.

Por enquanto, essas são as únicas informações divulgadas sobre a adaptação de “A Seleção” para a Netflix. Novidades sobre o elenco, novos nomes envolvidos na produção e datas devem ser divulgadas muito em breve.


leia também:
    Mais lidas
Sobre nós
O Portal Popeek foi fundado em novembro de 2019 por amantes das culturas pop e geek, visando informar seu público sobre as novidades nos mundos do cinema, televisão, literatura e múisca, prezando sempre pela transparência e agilidade no trabalho.
E-mail:
[email protected]

Redes sociais:
Popeek © 2019 - 2021
Tema por Danielle Cabral